terça-feira, 20 de novembro de 2012

Fim de ano!

Oiii gente!

A 2ª época mais linda do ano está chegando! (A 1ª é meu níver) E essa segunda também é uma data muito mais especial do que apenas para trocar presentes, montar árvores, fazer decorações e amigo-oculto. É o nascimento do Salvador, de Jesus então mais do que comemorar esta festa não podemos deixar que Jesus fique apenas numa manjedoura, e sim em um trono em nosso coração!!! E isso é todos os dias!

Se tratando das comprinhas...
A gente sempre quer presentear todos, mas a grana $$$ as vezes não tá sobrando assim né?!
Se você já está cheeeia de dívidas, é melhor paga-las com o décimo terceiro, e não torraaaaaaar o dinheiro todo!



Planeje-se:



·Analise se o presente não trará custos extras para a família ou para a pessoa posteriormente;
·Se estiver em situação financeira problemática, uma boa alternativa é priorizar as crianças. Para os adultos, presentes alternativos, como cartões com uma bela mensagem, são interessantes;
·Faça uma lista de todas pessoas que pretende presentear e quanto pretende gastar com cada uma;
·Não deixe as compras para a última hora e vá com tempo. Errar nestes pontos faz com que as pessoas comprem pagando mais caro;
·Comece a poupar desde já para comprar os presentes que pretende dar em outras datas comemorativas;
·Procure, por meio de conversas, saber quais são os reais desejos das pessoas. Muitas vezes compram-se coisas caras, sendo que presentes baratos seriam muito mais bem vindos.



Dentro do orçamento

·Só saia para realizar as compras dos presentes com o valor total a ser gasto pré-definido e busque ajustar os gastos a estes. Não se deixe levar por promoções;
·Não compre presentes caros se, para isso, precisar se endividar. Parcelamento também é uma forma de dívida. Se for inevitável, tenha certeza de que cabe no orçamento;
·Se o orçamento familiar pede cautela, aproveite para iniciar a família na educação financeira. Peça para ela dar alternativas de presentes dentro de faixas de valores que você possa assumir. Envolva a criança na pesquisa de preço. Mostre a ela as opções que cabem no bolso;
·Negocie sempre. Na maioria dos casos existem folgas para abaixar o preço.


Espero que tenha ajudado, beijoooss
Flavinha





Nenhum comentário:

Postar um comentário